GL Events
Home > Notícias

Green Day faz micareta punk e alterna política e palhaçada no Rio de Janeiro

Clique aqui para ler a matéria direto da fonte.

Com uma micareta punk que alternou discursos políticos e palhaçadas, música em alta velocidade e baladas, os californianos do Green Day iniciaram sua turnê brasileira na noite desta quarta (1°), na Jeunesse Arena, no Rio.

Em sua terceira passagem pelo país (depois de 1998 e 2010), o trio formado por Billie Joe Armstrong (guitarra e vocais), Mike Dirnt (baixo) e Tré Cool (bateria) mostrou 26 canções em mais de duas horas de show, privilegiando seus discos mais políticos: o ótimo "American Idiot" (2004), do qual entram sete canções, e o recente "Revolution Radio" (2016), do qual aparecem cinco.

A entrada da banda em cena foi precedida por um sujeito fantasiado de coelho, animando o público ao som de "Blitzkrieg Bop", dos Ramones. É o tipo de presepada que agrada ao jovem público dos americanos (que não chegou a lotar a arena), mas cuja repetição acaba soando um tanto dispersiva.

Já na primeira música - "Know Your Enemy" -, o Green Day mostrou seu arsenal: guitarras estridentes, um refrão fácil de repetir, explosões de fogos (e eles seriam muitos até o fim do show, numa quantidade de chamas impressionante), coros de "oêoê", fã convidado para subir no palco (apenas o primeiro de três, na noite).

Apesar da eterna cara e postura de adolescente, Billie Joe, 45, é um frontman com três décadas de estrada, que o tornaram um animador experiente: corre por todos os espaços do palco (do início ao fim do show), chamando a plateia em todos os pontos da arena; pega a bandeira brasileira diversas vezes (além de outras coisas que os fãs jogam), agradece em português, joga camisetas para o público, incentiva corinhos.

"Demorou tanto, sete anos! Mas estamos de volta e vamos nos divertir e enlouquecer", disse o vocalista à audiência, na primeira das muitas intervenções que faria. "Chega de negatividade, de Facebook, de Instagram. Nesta noite estamos juntos, todos os punks, todos os bizarros, somos uma família."

A plateia mostrou que continua seguindo a carreira da banda, cantando mesmo algumas das canções mais recentes, como "Bang Bang" e "Revolution Radio". Mas é claro que os sucessos do passado foram os que elevaram os decibéis aos níveis mais altos, seja em pauladas como "Holiday" (introduzida com um discurso de Billie Joe contra "o racismo, o fascismo, o sexismo e Donald Trump") ou em baladas como "Boulevard of Broken Dreams".

Com três músicos de apoio, muitas luzes, mudanças de cenário e fogos (é sério: a quantidade de chamas é absurda), o Green Day conseguiu manter a plateia no mesmo pique elétrico dos músicos por boa parte do show. O ânimo caiu um tanto no terço final, principalmente em mais um momento de presepada, que começou com um saxofonista com um turbante de faraó tocando "Garota de Ipanema" no meio de "King for a Life", enquanto o baterista Tré Cool usa uma fantasia carnavalesca à la Carmen Miranda.

Um pot-pourri que misturou "Shout" (Isley Brothers) com "Always Look on the Brighter Side of Life" (Monty Python), "Satisfaction" (Rolling Stones) e "Hey Jude" (Beatles) não foi particularmente feliz, ainda mais seguido por duas canções novas ("Still Breathing" e "Forever Now") para encerrar a primeira parte.

As duas voltas para o bis, no entanto, serviram para injetar novo gás, graças a sucessos como "American Idiot" e "Good Ridance", a derradeira. A turnê brasileira do Green Day continua em São Paulo, nesta sexta (3), indo depois à Curitiba (5) e Porto Alegre (7).

REPERTÓRIO

"Know Your Enemy"

"Bang Bang"

"Revolution Radio"

"Holiday"

"Letterbomb"

"Boulevard of Broken Dreams"

"Longview"

"Youngblood"

"2000 Light Years Away"

"Hitchin' a Ride"

"When I Come Around"

"Welcome to Paradise"

"Minority"

"Are We the Waiting"

"St. Jimmy"

"Knowledge"

"Basket Case"

"She"

"King for a Day"

"Shout"/"Always Look on the Brighter Side of Life"/"Satisfaction"/"Hey Jude"

"Still Breathing"

"Forever Now"

"American Idiot"

"Jesus of Suburbia"

"21 Guns"

"Good Ridance"


#
Endereço
Av. Salvador Allende, 6.555 – Brasil
Barra da Tijuca – Rio de Janeiro – RJ
Tel: 2441-9100
Desenvolvido por: Be! - Interactive